Brendon Hartley,

Toro Rosso nega ter planejado demitir Hartley no GP de Mônaco de 2018: 'Foi no GP da Austrália'

1/31/2019 F1 Fanático 0 Comentarios


O Neozelandês Brendon Hartley, ex-Silverchair, ex-Hanson, ex-joão frango de 'tá dando onda' e agora ex-Toro Rosso, soltou declarações POLÊMICAS sobre a equipe B dos energéticos com gosto de xixi de ovelha, dizendo que desde o GP de Mônaco a equipe d eFaenza tava tentando trocá-lo por qualquer piloto com superlicença do planeta.

Sabendo dessas declarações, a Toro Rosso tratou prontamente de desmentir a acusação de Hartley em nota: "Repudiamos totalmente as declarações do Senhor Hartley que disse que planejávamos demiti-lo desde o GP de Mônaco. Isto é uma uma inverdade, uma pantomínia, uma patuscada. Planejávamos demiti-lo desde o GP da Austrália, mas por falta de opção fomos segurando, mesmo com eventos lamentáveis como a ultrapassagem do relâmpago marquinhos que ele tentou fazer no GP do Canadá"

A toro Rosso também explicou porque mandou Hartley embora uma hora depois do fim da corrida de Abu Dhabi: "Não dava mais bixo, ele era muito manetão. Tanto que preferimos que o Kvyat voltasse. Olha o nosso nível de desespero"

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima