destaque,

Grosjean revela que cogitou virar cozinheiro após sair da F1 em 2010: 'Mas tive um acidente com uma panela e mudei de ideia'

12/12/2018 F1 Fanático 0 Comentarios


Romain Grosjean, o piloto que corre à base de remédios tarja preta (que estão perdendo o efeito) na equipe Haas, revelou que quase saiu da F1 para ser algo completamente diferente de um piloto: Ele tentou ser cozinheiro. Ele revelou que em 2010, após ser chutado da Renault após sete corridas pífias em 2009 correndo no lugar do glorioso Nelsinho Piquet, e de tão chateado que ficou, ele decidiu mudar de ramo e virar Chef de cozinha:

"Em 2010, eu me desencantei da F1 e pensei: Foda-se a F1 vou virar cozinheiro. Minha mãe é boa cozinheira  e para mim isso era genética e pensei, também tenho dom pra cozinhar e sou francês, vou me matricular e pá! viro chef" disse Grosjean

Mas as coisas não eram tão fáceis assim: "Primeiro foi complicado que por conta do cacoete de piloto queria fazer tudo rápido, cortava os legumes rápido, punha tudo no fogo máximo e aí, acabei tendo um acidente, explodindo um panela no curso. Ninguém se feriu, mas foi feijão pra todo lado e a escola de gastronomia me expulsou do curso. Aí decidi que o automobilismo é minha vida mesmo, afinal ter um acidente em uma corrida é mais seguro do que ter um acidente na cozinha. E aí dei sorte pra voltar para a Fórmula 1, e com o remédio tarja preta que passei a tomar após o GP da Bélgica de 2012 tudo melhorou"

mas ainda sim, Grosjean lançou um livro de culinária junto com sua esposa: "As todas as receitas de ovo frito e miojo são todas minhas. o resto é da patroa" admitiu.


Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima