destaque,

Após acidente de Grosjean, Fãs questionam se não ter cérebro é pré-requisito para pilotar para Haas

5/13/2018 F1 Fanático 0 Comentarios


A fase da Haas não está mesmo boa. Apesar do carro ser cópia da Ferrari de 2017 bom, o time não consegue resultados tão bons. E por culpa de seus pilotos. Mais uma vez, Grosjean fez uma senhora cagada na largada, quase se mata e leva o Gasly e Hulkenberg junto. e na última corrida em Baku, foi Magnussen que quase mandou Gasly - De novo ele - para o além.

A questão que ficou para os fãs da F1 é: Não ter cérebro é um critério para pilotar para Haas? Gunter Steiner teve que se explicar: "Olha isso não é pré-requisito. Era porque na época não tínhamos opções melhores então vamos levando esses dois mesmo. Só espero que eles se mantenham vivos até o fim da temporada"

Grosjean ainda tentou explicar o acidente: "Acho que o Ericsson me acertou. Desconfio que ele é algum tipo de mutante. Vou indicá-lo para a escola do professor Xavier." contouo francês que admitiu que não tem tomado mais seu remédio tarja preta.  Já Gasly admite que vai pensar duas vezes antes de passar uma Haas: "Nunca se sabe o que se passa na cabeça desses caras. Se é que passa alguma coisa naquelas cabeças."

Um rumor ainda não confirmado é que os capacetes de Magnussen e Grosjean estão mais justos que o normal e isso tem comprimindo o fluxo de sangue para o cérebro, o que ocasiona um número maior de merdas, o que é chamado de efeito 'Maldonado'. E Magnussen já teria usado um capacete mais confortável hoje e terminou em sexto lugar. Coincidência? 



Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima