Lendas da F1,

Lendas Da F1: Última vitória da Williams foi o com carro (muito) abaixo do peso mínimo?

4/22/2018 F1 Fanático 0 Comentarios



Vamos uma lenda fresquinha para vocês. Como sabem, a equipe Williams é motivo de risada para todo mundo atualmente, antigamente ela era uma equipe temida, que vencia uma penca de corridas e não deixava nada para as adversárias. O período entre 1979 e 1997 não me deixa mentir. Mas depois de 2004, as vitórias ficaram mais minguadas do que os elogios do seu chefe para você e em 2012, veio a última vitória da equipe, com Pastor Maldonado (!!!)

Só que tem muitas pessoas que acreditam em uma lenda, que mais parece uma teoria da conspiração:  Frank Williams, que completou 70 anos naquele ano, teve uma festa especial para ele no fim de semana do GP da Espanha, já que ele não foi ao GP da China, devido a sua idade avançada e sua cadeira de rodas não permitirem fazer longas viagens. E Bernie Ecclestone, seu conteporâneo, resolveu presenteá-lo relembrando os velhos tempos da F1, permitindo que ele burlasse a regra do peso mínimo para fazer um bom resultado na Espanha. 

Tem várias versões de quão abaixo que a Williams correu nesse GP, a mais louca diz que o FW34 estava CENTO E CINQUENTA QUILOS ABAIXO DO PESO PERMITIDO(!!!).  Só que o resultado foi melhor do que a encomenda, já que a Williams venceu a prova, em uma atuação incrível de Pastor Maldonado! Como prometido a Frank, Bernie ignorou a reclamação das outras equipes sobre o peso do carro, em consideração aos 'velhos tempos'( Na biografia do Bernie Ecclestone, tem histórias do Frank emprestando peças de chumbo para Bernie colocasse dentro do tanque de combustível da sua equipe Brabham para mascarar o carro abaixo do peso)

"O esqueminha tá montado, então é toiss amanhã Frank!"

Bem, Ao contrário de todos os anos anteriores, o FW34 da Williams foi bem nascido. Após um acordo com a Renault - Marca que a equipe teve seus melhores anos - e deixando os lixos da cosworth, a Williams começou a mostrar bons tempos já na pré temporada. E na primeira corrida do ano, vimos um carro bem rápido, com Maldonado fazendo uma grande corrida em sexto lugar, até fazer merda e estragar tudo na penúltima volta, chapando o muro.

Na segunda corrida Bruno Senna, companheiro de equipe do Maldonado, ficou em sexto e mostrou que o carro era bom e a equipe ia andar nos pontos. Seninha e Maldonado pontuaram na China (7º e 8º) e no Bahrein, duplo abandono. Mas a Williams já tinha nessas quatro corridas muito mais pontos do que conseguiu em todo 2011

E a temporada de 2012 começou bem locona, pois tivemos quatro GPs com quatro vencedores diferentes (Jenson Button, Fernando Alonso, Nico Rosberg e Sebastian Vettel) e chegou ao GP da Espanha a expectativa de teríamos um quinto vencedor ou algum dos quatro quebraria a sequência.

E no GP da Espanha, brilhou a estrela de Pastor Maldonado. Conhecido como um piloto veloz mas sem muito cérebro, Pastor disputou com Lewis Hamilton pela pole, em uma disputa que se estendeu pelo Q1 até o Q3. Lewis fez o tempo mais rápido e Maldonado foi a surpresa em segundo. Mas Lewis fez uma malandragem que não deu certo: ele fez o melhor tempo com pouco combustível e seu carro parou antes de chegar aos boxes. Foi punido e com isso, Maldonado herdou a pole. A Williams desde 2010 com Hulkenberg em Interlagos não conseguia uma pole.

A Festinha do Tio Frank foi depois do treino e já foi muito feliz, por conta da pole conquistada. O que viesse na corrida seria lucro. Mas na corrida Maldonado incorporou outro piloto e conseguiu se manter na ponta, mesmo com Fernando Alonso e Kimi Raikkonen no seu encalço. Ele não fez nenhuma cagada e a Williams quebrou seu jejum de vitórias que durava desde 2004.

Resumindo: o carro da Williams era bom- ao contrário dos anos anteriores -  e neste fim de semana um conjunto de fatores fez que tudo desse certo para equipe. Até o Maldonado usou o cérebro, algo raro de se ver na F1. E o incêndio que teve depois nos boxes da Williams, o que foi bem assustador, não foi armado pela equipe para eliminar provas. Quem inventou isso andou vendo muito 'Arquivo X'... 

A Williams teria resultados muito melhores em 2012 se Maldonado não fizesse tanta merda em corridas, teria o pódio certo - GP da Europa - ou bons pontos - GP da Austrália e GP da Bélgica. No fim, o time ficou em oitavo lugar nos construtores e em 2013 a expectativa de salto deu errado, se viu uma repetição da temporada de 2011. Que está se repetindo em 2018 até o momento...



Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima