Chico Serra,

Temporadas inesquecíveis - Raul Boesel e Chico Serra, 1982

11/09/2017 F1 Fanático 0 Comentarios

1982 seria um ano difícil para Chico Serra. Revelação brasileira, campeão da F3 inglesa em 1979, Serra tinha estreado na F1 em 1981 na equipe Fittipaldi e no ano seguinte ele permaneceu na equipe, que estava com muitos problemas financeiros. Ele seria o único piloto da equipe, pois Keke Rosberg tinha migrado para Williams para substituir Alan Jones, que resolveu se aposentar da F1.




Já Raul Boesel iria estrear na F1 na March, após terminar em terceiro na F3 inglesa daquele ano e ter feito um bom teste com a McLaren. E aproveitando o título de Nelson Piquet conquistado no ano anterior, a March sonhava em ter um brasileiro tão talentoso como Piquezão. 

Quem atingiu um bom resultado primeiro foi Boesel que ficou em nono no GP de Long Beach (pontaria hoje em dia) enquanto Serra teve o primeiro DNQ do ano. Após as suas equipes boicotarem o GP de San Marino, veio o fatídico GP da Bélgica, onde Gilles Villeneuve morreu nos treinos. Em Zolder acabou sendo o melhor resultado de ambos. Serra terminou em sétimo e Boesel em nono, mas com a desclassificação de Niki Lauda, Serra conseguiu o seu primeiro e último ponto da carreira. Foi também o último ponto da carreira da equipe Fittipaldi.


Em Mônaco ambos ficaram na pré-qualificação; Em Detroit, Boesel se encontrou com Mauro Baldi na primeira volta e abandonou. Já Serra ficou em décimo primeiro. E depois, veio o GP que uniu a história dos dois na F1 para sempre.

GP do Canadá. Treinos classificatórios. Raul Boesel tinha conseguido o vigésimo primeiro tempo e estava em uma volta de desaceleração.Começava a garoar na pista. Chico Serra vinha em volta rápida e lutava para classificar o carro para a prova. Após passar Keke Rosberg, também em volta de desaceleração, Serra tentou passar Boesel e foi bloqueado. Serra ficou de fora do GP do Canadá e ficou PISTOLAÇO. Partiu pra cima do Boesel meteu o dedo na cara dele a partir dali tivemos CENAS LAMENTÁVEIS. Se você nunca viu o vídeo da briga dos dois, POR FAVOR VEJA:


O fato é que a briga ficou esquecida por que esse GP tivemos a morte de Ricardo Palletti. Mas Chico Serra comentou ao motorsport.com com essa briga: “E no Canadá no sábado aconteceu aquilo, que um bateu no outro. Se você for pensar hoje, é uma situação ridícula. Dois brasileiros no Canadá, correndo de F1 e fazendo aquilo? Hoje a gente dá risada de tudo, mas aconteceu.”

Após isso, Chico Serra teve bem melhor sorte na temporada. Enquanto Raul Boesel alternava entre abandonos e DNQ, Serra conseguiu um décimo primeiro na Alemanha, um sétimo na Áustria e ouro décimo primeiro na Itália, no último GP da história da fittipaldi, já que em Las Vegas Serra não conseguiu largar. E na Prova de Las Vegas, foi a que Boesel completou, ficando em décimo terceiro.


Para 1983, Serra e Boesel conseguiram lugares na Arrows e na Ligier, mas só o segundo fez a temporada inteira. Serra foi chutado após a quarta corrida pois Thierry Boutsen tinha patrocínio e o brasileiro, não.

Boesel foi campeão mundial de Sportcars em 1987, além de fazer uma bela carreira na Indy. Já Serra voltou para as categorias de turismo brasileiras, sendo tricampeão da Stock Car entre 1999 e 2001. Hoe em dia, Serra aposentou o capacete e Boesel também, que além de ser DJ (que aleatório) é dono de uma rede fast food que vende coxinha nos Estados Unidos (mais aleatório ainda)

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima