destaque,

Toro Rosso anuncia Brendon Hartley para o GP dos Estados Unidos e o mundo se pergunta: 'Quem?'

10/13/2017 F1 Fanático 0 Comentarios



A Toro Rosso já resolveu o seu problema de piloto para o GP dos Estados Unidos de 2017. A equipe irá com o neozelandês Brendon Hartley para a corrida de Austin. E o mundo da F1 ficou em polvorosa, querendo saber quem é esse indivíduo. Hartley, uma versão emo do ator Owen Wilson,  foi piloto de testes da Red Bull e da toro entre 2009 e 2001, foi devidamente chutado pois não era considerado melhor do Daniel Ricciardo (e não é mesmo) e Jean Eric Vergne (tenho minhas dúvidas). ele virou piloto reserva da Mercedes em 2012 e 2013 e depois sumiu do mundo da F1

O piloto de 27 anos é piloto da Porsche desde 2014 e venceu a última edição das 24 horas de Le Mans, aquela corrida que você só vê a hora final ou espera algum site publicar o resultado para você pode pagar de fodão e dizer que viu as 24 horas.

Franz Tost elogiou  o piloto neozelandês: "Hartley é um grande nome, talentosíssimo, anda de porsche e já esteve com a gente, mas o olho clínico do Helmut Marko o tirou do nosso programa de pilotos. Mas creio que ele correrá muito bem nos Estados Unidos e no México, já que vamos demitir o Kvyat só para o Max vencer em Hermanos Rodriguez "

Ele ainda comentou dos pilotos da Indy que concorreram à vaga: "Sim, tivemos pilotos da Indy se candidatando, mas na hora do simulador, eles sempre erravam as curvas à direita e aí desistimos de contar com algum piloto norte-americano."

Detalhe: O último neozelandês que correu na F1 foi o glorioso Mike Thackwell, no GP da Alemanha de 1984, que tomou um DNQ correndo de Tyrrell. Qual será o feito glorioso de Hartley? Levar pau do Ericsson? Só tempo dirá...

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima