destaque,

Após GP Da Hungria, Finlândia supera Brasil como pais dos segundos pilotos

7/30/2017 F1 Fanático 0 Comentarios


A Situação do Brasil na Fórmula 1 está cada vez mais periclitante. Depois de deixar de ser o país de pilotos campeões, agora o Brasil deixa de ser referência em mais outra coisa na F1. Após o GP da Hungria, com Raikkonen não atacando Vettel e Bottas cedendo lugar para Hamilton atacar as Ferraris - e ceder lugar depois - a Finlândia agora é considerada oficialmente o país dos segundos pilotos

"Ser segundo piloto é um arte, que grande pilotos brasileiros como Rubens Barrichello e Felipe Massa ensinaram a F1, pois tem que ter talento para ceder sua posição sem reclamar. E na prva de hoje, vimos dois finlandeses fazendo isso com maestria. Kimi,que mesmo campeão mundial faz o trabalho de capacho com afinco, mesmo reclamando. E Bottas, com suas entregadas para Hamilton, com certeza já garantiu seu lugar para 2018. Temos orgulho de tê-los em nosso clube" Afirmou Riccardo Patrese, presidente do Second driver's club.

O vice presidente Rubens Barrichello, apesar de parabenizar o bom momento da Finlândia, ressaltou a estagnação brasileira em matéria de segundo pilotos: "Temos que parabenizar a Finlândia pelo grande momento em ter logo dois pilotos que não incomodam seus companheiros de equipe, mas é importante que o Brasil volte a ter capachos. Eu abri uma porta na F1, o Massa continuou, mas depois dele não veio ninguém e isso é perigoso" concluiu o vagaroso piloto


Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima