Por Onde Anda

Por Onde Anda? Tarso Marques, o 'Mentor' do Alonso

2/19/2017 F1 Fanático 0 Comentarios


Você, que é fã xiita de Fernando Alonso, sabia que você tem que agradecer a um brasileiro por ele ter se tornado o o 'EL FODÓN DE LAS ASTURIAS'? Sim, e esse Brasileiro se chama Tarso Marques, nascido em 19 de janeiro de 1976. Tarso surgiu muito novo mo automobilismo e quebrou vários recordes nas categorias de base brasileira (sim, amigo, isso já existiu no Brasil) e aos 18 anos ele já estava se aventurando na F-3000 e em 1995, aos 19 anos, ele se tornou o piloto mais jovem a vencer na categoria. Com isso, algumas equipes da F1 abriram os olhos para o garoto. E um deles foi Giancarlo Minardi, que ofereceu um teste para Tarso, gostou do que viu e assinou um contrato com ele de dois anos a partir de 1996.

Na primeira corrida da temporada, em Albert Park, a  Minardi foi de Fisichella (Cruzes) e Lamy (Cruzes de novo!), com Marques como piloto reserva. Mas no GP do Brasil, Tarso fez sua estreia e logo na sua primeira corrida ele teve a chance de assombrar o mundo. Largando em penúltimo, Tarso passou onze carros na primeira volta debaixo de chuva e quando ele ele subiu a junção para completar a volta e se consagrar. ele acabou rodando e abandonando. Ninguém reparou muito no feito do brasileiro. Seu segundo GP foi no GP da Argh!entina , ele largou em décimo quarto, metendo um segundo no Lamy (o que não é muito difícil), mas acabou sofrendo um acidente e abandonou a prova. Na prova seguinte, Fisichella voltou e Tarso ficou esquentando o banco de reservas durante todo o ano de 1996.


Em 1997, ele seria de novo o piloto reserva, com a dupla titular da Minardi sendo formada por Jarno Trulli e Ukyo 'Katagrama'. Mas no GP do Canadá, Olivier Panis, piloto da Prost, deu um senhora pancada e machucado, não poderia mais correr na temporada. A Prost pegou Trulli e com isso, Tarso Marques teve mais uma chance na Minardi e nas dez corridas que disputou, sua melhor colocação foi um glorioso décimo lugar na Grã Bretanha.


Em 1998, acabou o seu contrato com a Minardi e ele ficou a pé. E se virou sendo piloto de testes da Bridgestone. Em 1999, ele resolveu ir para Indy, substituir o pudim de cachaça do Al Unser Jr. na tradicional Penske. Mas a equipe estava uma draga e ele não conseguiu ir muito bem. Em 2000 foi para a simpática Dale Coyne e em 2001, ele conseguiu voltar à F1, sendo chamado pelo novo dono da Minardi, o porra louca do Paul Stoddart, para uma grande função, que o marcou definitivamente na F1.



Tarso seria o 'mentor' de um jovem espanholzinho, Chamado Fernando Alonso, não se vocês o conhecem. Apesar dos bons resultados, a F1 via com ressalvas a chegada de mais um piloto espanhol, pois ainda se recuperava do trauma de ter que assistir os espanhóis Marc Gené e Pedro De La Rosa pilotando. Mas Tarso evitou que o jovem asturiano seguisse por esse caminho terrível, passando conselhos valiosos para o jovem marrentinho. Para você que é viciado em cultura pop e ainda não entendeu, o Tarso Marques era o mestre Yoda e o Alonso, o Luke Skywalker.

Em 2001, Tarso Marques conseguiu dois nonos lugares, no GP do Brasil e no GP do Canadá, e como a grana acabou e como a missão de Marques já tinha sido cumprida, já que Alonso já demonstrava estar preparado para trilhar seu caminho vitorioso na F1, ele foi dispensado para a entrada do glorioso Malaio Alex Yoong, que trouxe um caminhão de dinheiro para poder dizer para os netos que correu na F1.

Tarso continuou sua carreira na lendária ChampCar, correndo pela Dale Coyne. Depois foi para Stock Car, tomou umas bombas, ficou sarado e gostoso, e depois se encheu do automobilismo e resolveu fazer uma empresa de customização de carros e motos, sendo que a empresa dele é que modifica os carros do Lata-velha, quadro do Luciano Huck - por favor não me cobre royalitties por falar seu nome, oh glorioso apresentador global -. E para você ver que o trabalho dele de customização é tão f*da, que sua empresa é TETRACAMPEÃ MUNDIAL de customização. E eu nem sabia que existia campeonato disso! VAI BRASIL! Abaixo relembre essa classificação marcante de 2001, quando Marques ficou em primeiro! (foi por alguns minutos e ele foi o primeiro a sair da pista, mas ele ficou em primeiro!)


Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima